Comunicação, p´ra que te quero
September 15, 2017

Comunicação, p´ra que te quero

A importância da comunicação digital

Já ninguém tem dúvidas. Depois da industrialização, estamos em plena era da informação. Nunca como antigamente tivemos tanta necessidade em comunicar e o aumento exponencial do número de telemóveis e de novos acessos à internet são prova disso. Estamos sempre “ligados” 24 horas por dia, sejamos jovens ou adultos, mulheres ou crianças, de qualquer classe social.

Várias gerações praticam um “multiprocessamento exagerado” de tarefas, como conduzir e falar ao telemóvel, comunicar via sms nas aulas, às refeições, etc.

Num contexto empresarial, as empresas precisam de estar cada vez mais focadas na fluidez da comunicação (externa e interna), na partilha da informação e do conhecimento, uma vez que são pressionadas por um consumidor “camaleão” cada vez mais exigente, atento e selectivo, que busca satisfação imediata e plena personalização.

Com a crescente competitividade, é urgente comunicar com o mercado, de uma forma eficaz e consistente, as acções e evoluções geradoras de valor, utilizando, para isso, todas as ferramentas de comunicação disponíveis.

Se no mundo físico as PMEs têm realizado as suas acções de Marketing com mais ou menos resultados, é em ambiente web onde as coisas mais têm falhado.

Depois de séculos a comunicar pessoalmente, não podemos encarar a comunicação web com semelhante às formas tradicionais de comunicar. Já não basta “estar” na net com os mesmos textos que durante anos imprimiu na sua impressora, é preciso “ser”.

As empresas têm que interiorizar esta nova linguagem, encontrando a melhor forma de comunicar o seu negócio na web e gerar valor acrescentado para o seu cliente.

Por não ser fácil, ainda existem muitas oportunidades desperdiçadas na internet. Quem conseguir proporcionar, além de um bom design e de uma boa plataforma, uma organização eficaz das ideias, uma navegabilidade intuitiva, uma usabilidade com lógica e coerência, ergonomia e flexibilidade aliada a conteúdos e serviços interessantes e actualizados para o visitante, então terá uma vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes e conquistará na mente do seu cliente um “lugar on-line”.

Vender na internet é ainda mais difícil do que no mundo físico

E lembre-se: se vender ideias no mundo físico sempre foi difícil, na internet ainda o é mais, pois basta um simples clique para o seu potencial cliente ir embora do web site, além de que o cliente on line por norma é mais exigente, mais informado e mais consciente do seu poder como consumidor. Seja optimista, arrisque, inove e aposte nesta ferramenta para comunicar com os seus clientes 24 horas por dia, 7 dias da semana, com acesso de qualquer parte do mundo.

Como disse um dia Sir Winston Churchill: “um pessimista vê uma dificuldade em cada oportunidade enquanto um optimista vê uma oportunidade em cada dificuldade”.

 

Author
Paulo Taveira

CEO da Designarte