Dicas sobre Publicidade Exterior (Outdoors)
August 16, 2017

Dicas sobre Publicidade Exterior (Outdoors)

Como comunicar em publicidade exterior?

A transmissão da informação é o objectivo fundamental de qualquer publicidade exterior. Contudo, para que a mesma seja efectiva, a mensagem tem que ser organizada da forma adequada. Mensagens vagas podem não atingir o objectivo, ou gerar mesmo o inverso do pretendido: confusão. As mensagens simples e claras são mais fáceis de ler, de compreender e de memorizar.

Parece simples, não é? Mas se fosse assim tão simples seriam muito poucos os anúncios esquecidos pelas pessoas que os vêem. Para ultrapassar esta dificuldade há que manter alguns factores em mente. Para criar uma mensagem efectiva, um designer tem que considerar a função de uma determinada publicidade e o local onde vai ser exposta.

Ao fazê-lo, pode determinar o tamanho adequado e o tipo de letra a utilizar, assim como o tipo de mensagem que vai ser mais efectiva. Se o sinal apenas vai ser lido por pedestres que passam calmamente pelo local onde o anúncio está afixado, o designer pode dar-se ao luxo de empregar a verbosidade de uma forma inteligente, mas se o anúncio se destina a ser lido por um condutor apressado, o designer tem que considerar outros factores.

De acordo com um estudo recente, uma pessoa que conduza a 25 km/h numa fila de trânsito moderada numa estrada com quatro vias vê um outdoor e demora cerca de 1.5 a 3 segundos para reagir. Apesar das variáveis poderem encurtar ou alongar este tempo, é mais que certo que o outdoor tem que ser muito bem pensado para atingir os objectivos de comunicação.

Em locais com trânsito muito movimentado, as mensagens curtas e simples são as mais eficazes. Determine então qual o objectivo primordial do outdoor e mantenha-se fiel a ele. Uma regra de “ouro” é apenas veicular uma mensagem por outdoor. É melhor “dizer uma coisa” claramente do que “dizer várias coisas” que não vão ser absorvidas pelo público-alvo.

 

O tamanho afinal interessa.

Um outdoor enorme será certamente visível a todos. Contudo, se a mensagem estiver disposta de uma forma desastrada ou inapropriada, o outdoor não vai atingir o público-alvo. Da mesma forma que um outdoor mais pequeno pode ser muito apelativo visualmente, mas se o texto for demasiado pequeno para ser lido, falha a intenção de comunicar a mensagem.

Para evitar erros do género, os designers devem visitar os locais onde vão ser instalados os outdoors, quer de carro quer a pé, para verificar a forma como vão funcionar melhor e atingir os objectivos inicialmente propostos. Há apenas alguns anos, um outdoor instalado a 2.5 metros do chão era perfeitamente visível a toda a gente. Contudo, nestes dias de tráfego intenso em que proliferam as carrinhas e os camiões, se um anúncio não estiver a pelo menos quatro metros do chão poderá nunca ser visto.

Além disso, quando se está a determinar o local onde vai ser instalado e a altura que deve ter, deve ter-se em conta a área circundante, para ver se existem árvores ou outros aspectos paisagísticos que possam afectar a visibilidade e leitura do outdoor.

A escolha das cores e da tipografia.

A boa localização de um sinal é crucial, mas não substitui uma tipografia pobre. O tipo de letra escolhido pode determinar a leitura e a memorização da mensagem, assim como a escolha das cores no design. Quanto a este último aspecto, o contraste entre as cores do fundo do outdoor e as cores da tipografia são a melhor opção para se assegurar a leitura.

Apenas três segundos!!!

A primeira consideração de um designer, na concepção de um outdoor, é saber se este vai ser um meio de comunicação efectiva. Por exemplo, escolher uma tipografia a negro sobre um fundo amarelo é certeza de uma boa leitura à distância, até mais do que se o fundo fosse branco. No entanto, se todos os outdoors fossem amarelos e negros nenhum se destacava. O truque está em prestar atenção ao ambiente circundante para se ter a certeza que o outdoor a conceber se vai destacar.

Quando um designer tem estes truques em consideração, todo o processo de construção do Outdoor é invisível para o público final, que apenas pretende um serviço e saber como o encontrar. “Tem sede?… Vire à sua esquerda!” informa o outdoor. E se o público não vê o processo, o mesmo não vai acontecer com o empresário que detém esse serviço! Logo, o crescimento do negócio é um sinal claro da efectividade de um outdoor.

  • A posição de um veículo na estrada vai influenciar o tempo que um automobilista
    demora a detectar, ler e compreender um outdoor.
  • 1.5 segundos é o tempo que um automobilista demora a detectar, ler e compreender
    um outdoor
  • Se 1.5 segundos não forem suficientes, então a concepção do mesmo deve ser
    repensada.

Author
Paulo Taveira

CEO da Designarte